testo


Sejam bem vindos todos que aqui chegarem!
Nós agradecemos a sua presença.
Este Portal tem como propósito servir amorosamente e colaborar
para o aprimoramento e desenvolvimento pessoal e espiritual do ser.
Fatima dos Anjos

Bem Vindos ao Portal Arco Íris

Ecologia Interior


Acenda sua chama interior, o Fogo Sagrado das emoções, pensamentos e sentimentos positivos.
Deixe-se banhar por estas energias construtivas, criativas e curativas.
Mentalize, pense, sinta e respire:
 A Alegria, a Felicidade, o Prazer. O Bem, a Caridade, a Compreensão.
A Calma, a Serenidade, a Tranqüilidade.
A Confiança, a Segurança, a Estabilidade. O Equilíbrio, a Harmonia, a União.
 A Esperança, a Fé, a Coragem. A Igualdade, a Justiça, a Verdade.
A Independência, a Liberdade, a Vontade. A Paciência, a Intuição, a Certeza.
A Sabedoria, a Simplicidade, a Sinceridade.
A Saúde, a Beleza, a Paz e o Amor. Mentalize mais energias, qualidades e virtude positivas.
Mentalize a Luz Universal a iluminar você, a todos e tudo o que você ama.
 O tempo só não voa para quem sabe viver intensamente o presente.
Está na hora de ser feliz!
Não deixe para depois o que você pode fazer Agora por si mesmo.
 E não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje.
É urgente não se perder, mas ganhar tempo e assim, sendo amigos do tempo, teremos mais tempo para viver e ser feliz.
Constantemente somos banhados por uma verdadeira chuva invisível de ondas e vibrações de energia cósmica universal. Capte-as e incorpore-as. A quintessência do relaxar é viver o momento em liberdade, sintonizando as infinitas ligações com os infinitos componentes universais.


Paz e Luz!

Fatima dos Anjos


Você pode passar o dia todo pesando os prós e os contras de qualquer situação.
Se você escutar seu coração, a minha voz encarnada, ela vai sempre dar-lhe a verdade.
O Criador
Jennifer Farley

Queridos, você dá seu feedback ao Universo através da gratidão.

Nós damos-lhe nosso feedback através de sinais e sincronicidades.

A comunicação constante está absolutamente disponível para você, se você entender isso como um dar e receber.

Muitos de vocês pensam que não podem trabalhar com o Espírito se não tiverem a habilidade da mediunidade.

Nada poderia estar mais longe da verdade!

Há todo um Universo de guias, ajudantes e mestres que amam você e eles experimentam grande alegria ao servi-los, e eles estão esperando animadamente para entrar nesta parceria de co-criação com você agora.

O que você está esperando? ~

Arcanjo Gabriel
Mensagem Diária do Arcanjo Gabriel
18/10//2016
Através de Shelley Young


O Recomeço
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças na vida e acreditar em você de novo! Pois é, agora é hora de reiniciar, de pensar na luz. De encontrar prazer nas coisas simples de novo.

(Minutos de Sabedoria)

Nunca desista do Amor!
Nunca desista de você! Nunca desista de renascer! Nunca desista de AMAR, em primeiro lugar a VOCÊ! Caso esqueça que és um Ser de LUZ, olhe para o SOL! E Sinta a Luz que mora, bem ai, no seu centro! E que está louca para RESPLANDECER! Tudo está no seu devido lugar, você é LUZ! Mantenha esta consciência viva em seu interior... assim....estará espalhando seu AMOR por toda a HUMANIDADE! Deixe que a LUZ que mora dentro do seu SER, se espalhe indistintamente, por todos os cantos e recantos de nosso amado Planeta! VOCÊ É CAPAZ DE ILUMINAR COM O SEU AMOR, NÃO SÓ O PLANETA TERRA, MAS TODO O UNIVERSO!
Marta Masagão
“Nosso destino é desenhado a partir dos nossos pensamentos, palavras e ações. Pensamentos, palavras e ações são como pedras que podem construir e edificar, assim como podem destruir, soterrar e matar. Eles podem nos aproximar ou nos afastar da autorrealização. Então, se pudermos conduzir nossos pensamentos, palavras e ações de forma consciente, seremos capazes de construir uma vida melhor. Caso contrário, seremos levados por impulsos inconscientes e destrutivos. Para isso, precisamos desenvolver a qualidade da presença, que é a capacidade de colocar-se total na ação. É estar em estado de atenção plena a cada movimento e atitude.”

Sri Prem Baba


A Ecologia da Mente
Meios Para Encontrar a Harmonia Interior

Carlos CardosoAveline

O equilíbrio ecológico é apenas a fraternidade, a harmonia, e a relação de causa-e-efeito unindo as diferentes formas de vida nos vários reinos da natureza. Mas sou humano, tenho muito por aprender, e é correto que me pergunte:
“Será possível viver de fato a fraternidade no dia-a-dia da sociedade que me rodeia hoje? Como posso  viver uma ecologia interior, harmonizando-me com a vida humana em geral, aqui e agora, por meu próprio mérito e esforço e  sem impor condições prévias aos outros?
Algumas idéias básicas podem ser úteis na tentativa de viver a ecologia da mente e de ser igualmente fraterno para com todos.

1 ) Em primeiro lugar o erro alheio não deve fazer com que eu me sinta autorizado, nem remotamente, a errar da minha parte. Perceber um erro não justifica outro.A verdadeira auto-estima não surge da comparação em que se atribui desvantagem aos outros. A satisfação com o erro alheio é muitas vezes uma fuga de nossas próprias frustrações, e deve ser vencida pela observação atenta do mecanismo da inveja e da competição.

 2 ) O erro alheio não deve causar excessiva indignação. Pode-se combater o erro alheio, especialmente quando ele tem conseqüências negativas sobre os inocentes. Mas a indignação excessiva nos cega e tira a serenidade.  É preciso combater o erro, não a pessoa que errou. E a indignação exagerada diante do erro pode ser um disfarce da inveja. Perde-se muita energia com indignação emocional diante dos erros alheios.  Em alguns casos, estes erros são inclusive imaginários, no todo ou em parte.  O excesso de indignação é uma energia que seria melhor empregada no nosso próprio auto-aperfeiçoamento. Esta última tarefa é algo que ninguém pode fazer por nós.

3 ) Saber ouvir a crítica aos nossos  próprios erros.Ouvir os outros, em geral, já é difícil. Ouvir uma crítica  a nós é mais difícil ainda. Inconscientemente, gostamos de supor que somos infalíveis. É preciso ouvir de fato as críticas dirigidas a nós. São verdadeiras?  Então é  preciso coragem para mudar. São falsas? Depois de um exame honesto, neste caso, devemos deixar que a crítica injusta entre por um ouvido e saia pelo outro.

4 ) Não devo enxergar erros alheios onde eles não existem.Muitos erros alheios são miragem e alucinação. É cômodo transferir para fora pontos fracos nossos, ou exagerar  as falhas dos outros para poder chegar à conclusão de que somos perfeitos, e apenas o mundo é que – injustamente – não nos compreende
.
5 ) Devo fazer o bem. Não basta manter-me livre tanto do mal quanto do sentimento de raiva contra o mal. É preciso também fazer coisas boas, duráveis, equilibradas. E isto não só no aspecto pessoal, como também na dimensão familiar, social e política. Porque não há muros dividindo um setor e outro da nossa vida. Não é a crítica que elimina o mal, mas a prática firme e paciente do bem, por parte de quem procura ter o máximo de discernimento diante da vida.

6 ) Devo tornar acessível aos outros a prática do equilíbrio e da harmonia. Em casa, no trabalho, na convivência com pessoas e animais, devo colocar ao alcance de todos alguns mecanismos simples, pelos quais a fraternidade humana possa manifestar-se. Isto será eficaz na medida da simplicidade pessoal com que for feito. Deve ser algo natural. Se não estiver ocorrendo, todo o processo precisa ser repensado, porque está faltando algo importante.

7 ) Ter uma meta e um programa definidos para minha vida. A vida de uma pessoa é algo demasiado importante para perder-se em meio aos problemas e ilusões diárias, lembranças de ontem e esperanças para a semana que vem. Quais são os meus objetivos existenciais? De que forma  pretendo fazer da minha vida algo realmente significativo e útil? O que desejo aprender – e realizar – até os 90 anos de idade? São perguntas importantes. E não é por casualidade que, quando enfrentadas, acabam conduzindo aos outros seis pontos abordados anteriormente. O sétimo ponto é, de certa forma, o primeiro.
Assim, a ecologia da mente está presente em nossos relacionamentos e vida diária, em nossos pensamentos e emoções. Antes de olharmos o ecossistema externo, é bom olharmos para o nosso conteúdo interior. Estaremos sendo ecologicamente corretos nos campos das relações humanas?
                                          
00000000000000000000000
O texto acima corresponde ao capítulo quatro da obra “Apontando Para o Futuro”, Carlos Cardoso Aveline, Ed. PrajnaParamita, Porto Alegre, 1996
00000000000000000000000000000000000000000000
Veja o livro “A Vida Secreta da Natureza”, de  Carlos Cardoso Aveline, Terceira Edição, Ed. Bodigaya, 2007, 158 pp. Visite www.bodigaya.com.br


2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...